NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

No mês de dezembro registou-se a variação mensal mais elevada durante a pandemia, com 1,0. Em 2019, os preços tinham crescido a uma média de 1,2% por mês, uma tendência confirmada nos primeiros dois primeiros meses de 2020.

O preço de venda das casas em Portugal continental verificado no mês de dezembro ficou 1,8% acima dos valores pré-Covid de fevereiro, de acordo com os dados do Índice de Preços Residenciais (IPR) da Confidencial Imobiliário revelados esta terça-feira, 19 de janeiro.

 

No mês em análise registou-se a variação mensal mais elevada durante a pandemia, com 1,0. Por outro lado, desde março que o preço de venda das casas se manteve estável, apresentando variações em que cadeia entre os -0,2% e 0,9%.

 

A única exceção foi o mês de setembro, onde se observou uma variação mensal negativa de -2,1%. Em 2019, os preços tinham crescido a uma média de 1,2% por mês, uma tendência confirmada nos primeiros dois primeiros meses de 2020.

 

De acordo com a Confidencial Imobiliário, e tendo por base o contexto de pandemia registou-se uma travagem na valorização homóloga ao longo do último ano que encerrou em 4,8%, ou seja, quase 13 pontos percentuais (p.p) menos do que os 17,4% a que os preços subiam no mês de janeiro.

Partilhar