NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A concretização deste negócio foi possível com a entrada do ‘family office’ Worldapproach, detido pelo ex-dono da Leya, Isaías Gomes Teixeira, no capital da Sevenair Academy, garantindo meios financeiros para a operação.

A Sevenair Academy, empresa de formação de pilotos, adquiriu a totalidade dos ativos da norte-americana L3Harris Tecnhologies em Ponte de Sor.

 

Com esta aquisição vai transformar a Sevenair Academy na maior escola de aviação comercial da Europa e vai permitir a reabertura do campus de Ponte Sor, anuncia a empresa.

 

Em comunicado, a empresa explica que a concretização deste negócio foi possível depois da entrada na estrutura acionista do family office Worldapproach, detido por Isaías Gomes Teixeira, ex-dono da Leya, que assim garantiu meios financeiros para a operação. A Worldapproach passou a deter 50% do capital da Sevenair Academy,

 

“A atuação da Sevenair Academy vai alargar-se a diferentes partes do território nacional, com operações em Tires, Bragança, Ponte Sor e, em breve, no Porto e contará com mais de 50 aeronaves e 6 simuladores”, refere a empresa.

 

Os cursos ministrados na Sevenair são reconhecidos internacionalmente e certificados pelas autoridades competentes (ANAC e EASA), garante a empresa.

 

Isaías Gomes Teixeira refere em comunicado que está atento ao mercado, e “pareceu-nos que poder contribuir decisivamente para o crescimento da Sevenair Academy, assegurar a manutenção da escola em Ponte de Sor e dar oportunidade a milhares de jovens de se formarem na sua área de vocação, são excelentes razões para investir neste momento na empresa”.

 

“A entrada de um acionista empenhado e comprometido com o nosso sucesso e crescimento é uma boa notícia para a Sevenair, para Ponte de Sor e para o sector da aviação em Portugal. Vamos investir e criar uma escola de dimensão global.

 

Sabemos que há uma enorme procura por novos pilotos e estamos inteiramente preparados para satisfazer as necessidades do mercado”, afirma Carlos Amaro, CEO da Sevenair Academy.

Partilhar