NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Pessoas coletivas de direito privado, com ou sem fins lucrativos constituídas há pelo menos um ano em Portugal (ONGD, instituições educativas, universidades, centros de investigação e outras) são elegíveis, desde que em parceria, associação ou organização com organizações angolanas das províncias abrangidas pelo FRESAN - Huíla, Namibe e Cunene.

As áreas de intervenção elegíveis são as mais diversas, como por exemplo construir/reabilitar infraestruturas para captação e conservação da água para consumo e irrigação e estabelecer canais e redes de comercialização, para além das mais diretas associadas à atividade agrícola e produção alimentar, incluindo o desenvolvimento de iniciativas piloto de processamento, preservação e transformação.

 

O FRESAN tem por objetivo contribuir para a redução da fome, pobreza e da vulnerabilidade à insegurança alimentar e nutricional através do fortalecimento sustentável da agricultura familiar, nas províncias do sul de Angola mais afetadas pelas alterações climáticas, Huíla, Namibe e Cunene, sobretudo através do reforço sustentável, promoção de melhor nutrição e desenvolvimento de capacidades nas instituições, especialmente nas tutelas da agricultura, nutrição, ambiente e proteção civil. O Projeto FRESAN é uma Ação financiada pela União Europeia e co-financiada e gerida pelo Camões, I.P.

 

Mais informações no Instituto Camões.

Partilhar