NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Ocean Winds, detida em partes iguais pela EDP Renováveis e pela Engie, assegurou os direitos para desenvolver mais dois parques eólicos 'offshore' (no mar) na Escócia, com uma capacidade total de 2,3 gigawatts (GW).

Numa informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo EDP informa que um dos projetos tem uma capacidade de 1,8 GW e foi atribuído a uma parceria 50-50 entre a Ocean Winds (OW) e a Mainstream Renewable Power e o outro, de 500 MW, foi atribuído em exclusivo à Ocean Winds.

 

"Estes projetos permitirão à Ocean Winds alavancar na experiência e sinergias operacionais de desenvolvimento dos restantes projetos no Reino Unido", acrescenta.

 

No Reino Unido, a Ocean Winds tem em operação, construção e desenvolvimento três outros projetos eólicos 'offshore': Moray East (950 MW, em operação), Moray West (882 MW, em construção) e Caledonia (atribuído em 2022, para um projeto com capacidade de até 2 GW).

 

Com a atribuição destes dois novos projetos nas ilhas Shetland, a Ocean Winds fica com um portfólio de projetos com uma capacidade total de 6,1 GW no Reino Unido e até 14,5 GW a nível mundial.

Partilhar