NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Companhia aérea de baixo custo vai abrir 13 novas rotas em Lisboa e reforçar outras oito no próximo inverno, num aumento de operação que é possível devido aos 18 slots que pertenciam à TAP e que passaram para a easyJet.

A easyJet vai abrir 13 novas rotas em Lisboa no próximo inverno, com destaque para Marraquexe, em Marrocos, que será o primeiro destino da companhia aérea no país à partida de Portugal, revelou esta quarta-feira, 27 de julho, José Lopes, country manager da easyJet em Portugal.

 

As novas rotas em Lisboa e respetivo aumento de capacidade, explicou o responsável, resultam da transferência para a easyJet dos 18 slots que pertenciam à TAP e que a companhia aérea abandonou por decisão da Comissão Europeia, no âmbito do processo de reestruturação e das ajudas estatais recebidas pela TAP.

 

“Com esta obtenção destes slots, vamos anunciar 13 novas rotas para Lisboa e o reforço de capacidade ou extensão de operações em oito rotas que já operamos na cidade de Lisboa”, começou por explicar José Lopes, numa conferência de imprensa que decorreu no Bairro Alto Hotel, em Lisboa.

 

Para José Lopes, este aumento de capacidade representa uma “oportunidade única”, uma vez que “vai fazer com que a easyJet passe a ser o operador número 2 na capital”, permitindo também “dar um passo forte a nível de crescimento num aeroporto que tem níveis de congestionamento elevados”.

 

No total, a easyJet vai abrir 13 novas rotas na capital portuguesa e reforçar outras oito a partir de 30 de outubro, num aumento de oferta que corresponde a cerca de 550 mil lugares e implica que a companhia passe a ter mais três aviões A321neo baseados em Lisboa, cada um com capacidade para 235 passageiros, passando para um total de nove aviões baseados na capital, mais cinco não baseados.

 

Novas rotas

 

Com as novas rotas, a easyJet passa a voar para 32 destinos à partida de Lisboa, em 10 países, sendo que as novas rotas abrangem destinos em Espanha, França, Reino Unido, Suíça, Itália e Marrocos, que é a principal novidade entre as novas rotas apresentadas pela easyJet.

 

“O 10.º país novo que este projeto traz ao network da easyJet em Lisboa é Marrocos, onde vamos operar, a partir deste inverno, Marraquexe com duas frequências semanais”, congratulou-se José Lopes, revelando que a easyJet está ainda a finalizar “o processo de designação para obtenção de direitos de tráfego” em Marrocos, o que não deverá constituir qualquer problema, uma vez que “existe um acordo bilateral entre a União Europeia e Marrocos”.

 

Além de Marrocos, a easyJet vai também abrir seis novas rotas para Espanha, passando a voar entre Lisboa e Barcelona quatro vezes por semana, para Bilbao duas vezes por semana e para Valência três vezes por semana. Além destas, a easyJet vai também voar para Fuerteventura, Las Palmas e Tenerife Sul, nas Canárias, todas com duas frequências semanais, enquanto a rota para Madrid passa a contar com 20 ligações semanais.

 

Em França, a easyJet vai abrir novas rotas desde Lisboa para Marselha com três ligações semanais, Toulouse com quatro voos por semana, e Limoges com dois voos por semana. Paralelamente, a companhia aérea vai também reforçar as ligações a Bordéus, que passam a 11 voos semanais, para Lyon, que passa a contar com nove ligações por semana, assim como para Nice e Nantes, cujos voos aumentam para seis e sete ligações por semana, respetivamente.

 

No Reino Unido, a easyJet vai passar a voar também entre Lisboa e Birmingham duas vezes por semana, enquanto na Suíça a novidade será a nova ligação para Zurique, que vai ter quatro voos semanais, com a companhia aérea a reforçar ainda as ligações a Genebra para 19 frequências por semana.

 

Itália fecha as novas rotas da easyJet, com a companhia a abrir uma nova rota para Bergamo, que vai contar com três voos por semana, enquanto as ligações a Milão-Malpensa passam a 14 voos por semana.

 

Novidade é ainda a manutenção no inverno dos voos entre Lisboa e o Porto Santo, na Madeira, que a companhia aérea inaugurou recentemente, com José Lopes a sublinhar que “a operação entre Lisboa e Porto Santo passará a operar o ano inteiro”, com duas frequências semanais, o que vai tornar a easyJet no “único operador regular a operar na ilha do Porto Santo durante o inverno”.

 

No total, a easyJet aumenta em 61% a capacidade disponibilizada em Lisboa face a 2019, num investimento que, segundo o responsável, não deverá ficar por aqui, até porque a companhia aérea ainda está a trabalhar em 11 rotações semanais, que correspondem a cerca de 108 mil lugares, sobre as quais só deverão existir novidades no final de agosto.

 

“É um crescimento muito forte e permite que Lisboa cresça aos níveis de investimento fortíssimo que já estávamos a efetuar quer em Lisboa, quer no Porto, quer no Funchal”, acrescentou José Lopes, revelando que o aumento de capacidade da easyJet chega aos 51% nos cinco aeroportos portugueses servidos pela companhia aérea, num total de 4,8 milhões de lugares disponíveis.

 

As vendas para as novas rotas abrem a 18 de agosto.

Partilhar