NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Este novo pólo tecnológico, que vai desenvolver projectos para todo o mundo, tem capacidade para cem postos de trabalho qualificado, sobretudo na área de desenvolvimento de software.

A Minsait, uma empresa do grupo espanhol Indra, inaugurou o seu Business Delivery Center em Amarante. O novo pólo é apresentado como um «centro de produção avançada», no qual a Minsait «concentrará as suas capacidades técnicas e de desenvolvimento de software, que são a base das soluções tecnológicas end-to-end e serviços que oferece aos seus clientes». Para a empresa, este «será o novo marco tecnológico no norte de Portugal», que se somará aos vários que a empresa tem espalhados pelo Mundo.

 

O centro agora inaugurado, que conta com o apoio da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) e de várias instituições de ensino, fica localizado no centro de Amarante e tem capacidade para cem colaboradores em trabalho presencial. No entanto, a empresa, que adoptou um modelo de trabalho híbrido, assume a pretensão de duplicar a sua equipa a médio prazo, neste concelho.

 

Os postos de trabalho abrangem «diferentes perfis técnicos, níveis de senioridade e dedicarão aproximadamente 80% da sua capacidade a projectos de desenvolvimento de software, dentro dos clusters tecnológicos globais da companhia». Além disso, está previsto que, a curto-prazo, o Business Delivery Center receba projectos de BPO (Business Process Outsourcing) e cibersegurança, funcionando como um «pólo complementar» ao que concentra a actividade de segurança híbrida da empresa, localizado em Espanha».

 

Reforçar a presença no interior e Norte


Vicente Huertas, CEO da Minsait em Portugal, explica que este novo centro pretende «reforçar a presença no interior e no Norte» do País, assim como «apoiar o modelo de delivery global dentro do grupo, reforçando capacidades dentro do modelo de clusters tecnológicos que trabalham para o cliente português ou internacional».

 

As instalações, equipadas com um sistema de autogestão da iluminação dos espaços em função da sua ocupação, «reflectem a preocupação da empresa com a sustentabilidade do planeta, contribuindo para os objectivos definidos pela Indra para a redução das emissões relacionadas com a energia em 50% até 2030 e zero emissões relacionadas com a energia até 2040».

 

Com vários projectos previstos para este centro, a Minsait incentiva a equipa de colaboradores a «inovar e a desenvolver competências», através de programas de «inovação e de formação». Exemplo desta aposta é o Innovators, uma iniciativa de intra-empreendedorismo, que vai na sua sexta edição, através da qual já foram apresentadas cerca de 2500 novas ideias, relacionadas com a inovação na oferta da transformação digital aos clientes, aliada à sustentabilidade.

Partilhar