NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Subsidiária italiana recebeu financiamento da União Europeia para instalar 215 postos de carregamento de veículos elétricos, sendo que 35 serão criados em Portugal.

O grupo Taiwan Cement anunciou que uma subsidiária italiana recebeu financiamento da União Europeia para instalar 215 postos de carregamento de veículos elétricos em quatro países europeus, incluindo 35 em Portugal.

 

Segundo um comunicado do Taiwan Cement, a empresa Atlante Co irá receber 22,7 milhões de euros em fundos europeus ao abrigo do Programa CEF (Mecanismo Interligar a Europa) para "ajudar a melhorar a infraestrutura de transporte europeia".

 

O comunicado, divulgado na segunda-feira, garante que os postos da Atlante, ligados à rede europeia de eletricidade, irão utilizar energias renováveis para carregar 1 400 veículos elétricos, em simultâneo.

 

A empresa italiana irá instalar 70 postos em Itália, 55 em França, 55 em Espanha e 35 em Portugal, em parques de estacionamento e em "centros urbanos", ao longo da rede transeuropeia de transportes (RTE-T).

 

A Atlante disse ter planos para instalar, nos quatro países, cinco mil postos de carregamento de veículos elétricos até 2025 e mais de 35 mil postos até 2030, para criar "a maior rede de carregamento rápido" do sul da Europa.

 

O Programa CEF disponibiliza fundos europeus no valor de 292,5 milhões de euros para projetos de transporte, incluindo a instalação de postos de carregamento de veículos elétricos, a construção de estação de hidrogénio e a eletrificação de serviços aeroportuários.

 

O CEF já financiou em cinco milhões de euros um projeto da Repsol para instalar 610 pontos de carregamento elétricos nas suas estações de serviço de Portugal e Espanha até ao final de 2022.

 

A Taiwan Cement tem desde 2018 uma participação de 40% no fundo turco Oyak (Ordu Yardimlasma Kurumu), que em 2019 adquiriu a totalidade do capital da cimenteira portuguesa Cimpor.

Partilhar