NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Agregador de imóveis com base em inteligência artificial conta com mais de oito mil utilizadores em Portugal e quer liderar o mercado ibérico.

A agregadora de imóveis Reatia, baseada em inteligência artificial, chega este mês a Espanha. A startup fundada em Leiria conta com mais de oito mil utilizadores em Portugal e, começa agora, a sua expansão internacional: quer ser líder ibérica.

 

“É um mercado muito próximo do nosso, culturalmente, e por isso tornou-se um passo natural no nosso processo de expansão”, justifica Hugo Venâncio, CEO da Reatia, citado em comunicado, reforçando que “Espanha tem um mercado quatro vezes maior do que o português e, por isso, representa uma grande oportunidade para escalar o negócio, sem as barreiras que uma adaptação cultural significariam”.

 

O plano de crescimento em Espanha passa por chegar aos 10 mil utilizadores nesse mercado, até ao final do ano. Este número permitirá duplicar o número de subscritores da plataforma até final de 2021.

 

Lançada em 2019, a tecnologia da Reatia usa inteligência artificial e machine learning para tratar dados de milhares de sites que agrega: os algoritmos usados permitem aos utilizadores da plataforma gerir mais e melhor informação.

 

“Temos um conhecimento único do mercado e sabemos tratar os dados com inteligência artificial, daí o grande crescimento que tivemos desde o nosso lançamento”, explica Hugo Venâncio, sobre o crescimento de 500% nos primeiros meses de atividade e três meses depois de a Reatia ter fechado uma ronda de investimento de um milhão de euros, que contou com a participação da Portugal Ventures, Wisenext e Olisipo Way como principais investidores.

Partilhar