NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As exportações portuguesas de serviços para Angola aumentaram 92,1% entre janeiro e maio deste ano face ao período homólogo, representando 377,6 milhões de euros, segundo dados do Banco de Portugal (BdP), cedidos pela AICEP à Lusa.

De acordo com os dados enviados pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), com base em informação do BdP, as exportações portuguesas de serviços para Angola quase duplicaram nos primeiros cinco meses deste ano, para 377,6 milhões de euros, acima dos 196,6 milhões de euros registados no mesmo período do ano passado.

Também as importações portuguesas de serviços de Angola aumentaram neste período, com uma subida homóloga de 103,9% para 70,9 milhões de euros.

 

Nos primeiros cinco meses deste ano, o saldo da balança comercial de serviços de Portugal com Angola cifrou-se em 306,6 milhões de euros, o que compara com os 161,8 milhões de euros registados em igual período de 2021.

Segundo os dados reunidos pela AICEP, entre janeiro e maio, a quota de Angola no comércio internacional português de serviços era de 2,55% enquanto cliente e 0,78% enquanto fornecedor.

 

Além dos serviços, considerando também os bens, as exportações totais portuguesas para Angola subiram 67,4% entre janeiro e maio face ao período homólogo, para 896,2 milhões de euros.

 

Já as importações cifraram-se em 239,1 milhões de euros, um aumento de 161,3%.

 

Deste modo, o saldo da balança comercial de bens e serviços de Portugal com Angola foi de 657,1 milhões de euros, o que compara com os 444 milhões de euros registados em igual período de 2021.

 

Angola vai ter eleições gerais, quinto escrutínio da história política do país, na quarta-feira, 24 de agosto, contando com candidaturas de oito formações políticas.

Partilhar