NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido cresceu ligeiramente, 0,2%, entre abril e junho, depois de um declínio anteriormente estimado ter sido revisto em alta, anunciou hoje o Office for National Statistics (ONS).

O ONS afirmou hoje num comunicado no seu 'site' que tinha anteriormente previsto uma queda de 0,1% do PIB no segundo trimestre, uma estimativa que foi agora revista em alta.

 

Isto implica que o Reino Unido não se encontra em recessão, como o Banco de Inglaterra tinha previsto no início deste mês.

Considera-se que um país entrou numa recessão técnica quando regista dois trimestres consecutivos de declínio económico.

 

Com base em estimativas anteriores, o Banco de Inglaterra (Bank of England, BoE) tinha sugerido que o país estava provavelmente em recessão quando previu outra recessão na economia, numa reunião do seu comité de política monetária no início de setembro.

 

O economista chefe do BoE, Grant Fitzner, disse hoje que "os números melhorados mostram que a economia cresceu no segundo trimestre, revista em alta depois uma pequena queda".

 

Os números também mostram, acrescentou, "que enquanto as poupanças das famílias caíram no trimestre mais recente, as famílias pouparam mais do que as estimativas anteriores durante e após a pandemia".

Partilhar