NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A imobiliária Zome fechou o primeiro semestre do ano com um volume de negócios de 353,5 milhões de euros, o que representa um crescimento de 12% face ao período homólogo do ano passado.

Nos primeiros seis meses do ano destaca-se ainda o aumento da faturação dos hubs, que atingiu os 12,1 milhões de euros (2.891 transações mediadas), o que representa um crescimento de 16% em comparação com 2021. A rede de hubs aumentou em 40% e a marca conta agora com 34 hubs ibéricos (32 em Portugal e dois em Espanha), sendo que o objetivo é chegar às 50 unidades em 2022.

 

“A produtividade individual dos nossos consultores é o nosso principal foco, e temos um sentimento de dever cumprido quando verificamos, no final do primeiro semestre, que os nossos consultores, em média, conseguem que o dobro dos proprietários confiem os seus imóveis para serem vendidos, quando comparado com a média dos consultores da maior rede a operar em território nacional”, sublinha Patrícia Santos, CEO da Zome.

 

Patrícia Santos sublinha ainda a expansão da rede nos primeiros seis meses do ano, um aumento da faturação em cada unidade de negócio, e a estreia da Zome fora de Portugal Continental, na Madeira e Açores.

Partilhar