NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Governo lançou esta segunda-feira, dia 17 de Junho, no Porto, as candidaturas para um empréstimo obrigacionista agrupado acessível a empresas do Turismo, em concreto Pequenas e Médias Empresas (PME) e “midcaps” (empresas até 3.000 trabalhadores) do sector do Turismo.

É a primeira vez que é lançado um empréstimo obrigacionista acessível a um conjunto alargado de PME em Portugal, que será colocado junto de investidores institucionais, nacionais e internacionais.

 

Este novo instrumento permitirá às empresas do Turismo o acesso a capitais por um período alargado, em condições atractivas, e contribuirá para a diversificação das suas fontes de financiamento.

 

As candidaturas a esta emissão agrupada de obrigações por um conjunto de empresas do Turismo estarão abertas até 15 de Julho, perspectivando-se que a emissão atinja um montante total mínimo de 100 milhões de euros. O prazo desta emissão será de 7 anos, havendo um financiamento máximo de 15 milhões de euros por empresa.

 

Após a candidatura, será feita a selecção das empresas participantes, que terão de cumprir um conjunto de rácios económicos e financeiros. O empréstimo contará com uma garantia pública, através do Fundo de Contragarantia Mútuo, que vai cobrir o risco de cerca de 30% da operação.

 

A operação será dinamizada pela Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua e pelo Turismo de Portugal, e será avaliada por uma agência de rating internacional.

 

Entretanto, estão já agendadas três sessões de esclarecimento Obrigações do Turismo 2019, para os dias 25, 26 e 27 de Junho. A primeira sessão decorre na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, às 15 horas. Segue-se no dia 26, às 11h30, a segunda sessão, que terá lugar na Escola de Hotelaria e Turismo de Faro. O Porto recebe a terceira sessão, também às 11h30, no dia 27, na Escola de Hotelaria e Turismo.

Partilhar