NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Hub4Agri quer ligar a procura e as necessidades dos produtores agrícolas com as soluções e respostas tecnológicas para a digitalização da agricultura.

Portugal vai ter, muito em breve, o primeiro hub digital para a agricultura no país, o Hub4Agri, que surge na sequência dos grandes desafios que se impõem atualmente ao setor agrícola. “Trata-se de uma iniciativa alinhada com as estratégias nacional e europeia para a digitalização da indústria”, explica Pedro Matias, presidente do ISQ, em comunicado, acrescentando que só há um caminho: “Adoção de tecnologia, digitalização de processos e novos modelos de negócio digitais”.

 

O Hub4Agri pretende conectar a procura e as necessidades dos produtores agrícolas com as soluções e respostas tecnológicas para a digitalização da agricultura, colocando ao alcance de todas as empresas — grandes ou pequenas e onde quer que estejam situadas — os serviços necessários para fomentar a produtividade e a sustentabilidade do setor. “O grande objetivo é constituir e manter um ecossistema de inovação suportado numa rede de cooperação multissetorial e trabalhar em estreita colaboração com as autoridades regionais e nacionais para promover a transformação digital do setor agrícola”, acrescenta.

 

Pedro Matias diz que o hub digital para a agricultura será “capaz de dar uma resposta transversal aos grandes desafios que atualmente se colocam”, num momento em que, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura, a população mundial global está a crescer exponencialmente, originando uma procura crescente de culturas agrícolas, produtos agrícolas e alimentos processados.

 

“A agricultura e o sistema alimentar mundial são desafiados a alimentar uma população global estimada em quase dez mil milhões de pessoas até 2050, com a diminuição dos recursos terrestres e hídricos. A produção mundial de alimentos necessitará duplicar até 2050 para poder dar resposta a este crescimento populacional, com exigências de mais produtos por parte dos consumidores e produtos cada vez mais saudáveis, por isso o desafio é gigantesco”, explica.

 

Estes setores terão, não só de lidar com alterações climáticas, minimizar impactos ambientais e aumentar a eficiência no uso de recursos como, também, fazer face aos desafios da transformação digital. Desafios que não serão possíveis de enfrentar “com as técnicas de produção atuais”, de acordo com o comunicado. A apresentação oficial do Hub4Agri acontece a 15 de outubro, na sede da Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal (Confagri), em Lisboa, e conta com a presença da secretária de Estado da Indústria, Ana Lehmann, e do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos.

Partilhar