NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Coreia do Sul, Austrália e Brasil foram os mercados que mais cresceram no longo curso para Portugal, de Janeiro a Abril e nas reservas aéreas para os meses de Maio a Outubro, Coreia do Sul e China lideram os aumentos. Nos mercados europeus, Espanha foi o que mais cresceu até Abril. Os dados foram divulgados pelo travelBI do Turismo de Portugal.

O relatório “Comportamento de Viagens – Transporte aéreo | Outubro 2019” analisa as chegadas até Abril de 2019 e reservas já efectuadas, bem como capacidade disponível para o período de Maio a Outubro 2019. Relativamente aos mercados de longo curso, e no que toca às chegadas no primeiro quadrimestre deste ano, o destaque vai para o mercado da Coreia do Sul, com um aumento homólogo de 37,9% para 13,3 mil passageiros, sendo que as perspectivas continuam positivas para os próximos meses. No que toca às reservas para os próximos meses, o relatório avança um crescimento de 66,9% entre Maio e Outubro, com 8,5 mil reservas.

 

Outro mercado que esteve em destaque nos primeiros 4 meses do ano, apesar de os números serem ainda pequenos, foi o australiano, com um aumento homólogo de 24,3%, para 4.500 chegadas. As reservas, até Outubro, estão em alta de 2,6% (+15,9 mil reservas que no mesmo período do ano passado).

 

A crescer a bom ritmo entre Janeiro e Abril esteve também o mercado brasileiro, este já mais tradicional para o nosso país. No primeiro quadrimestre as chegadas de brasileiros a Portugal aumentaram 24,1% em termos homólogos (166,5 mil turistas). As reservas até Outubro estão 13,1% acima do ano passado (121,9 mil reservas).

 

No que toca ao mercado do Canadá, o número de chegadas aumentou 13,8% para 42,1 mil, com as reservas (41,7 mil) a apresentarem um crescimento de 1,5% para o período de Maio a Outubro.

 

Mercado que vem crescendo a bom ritmo é o chinês que entre Janeiro e Abril aumentou 18,7% para 14,8 mil chegadas, enquanto as reservas, até Outubro, apresentam uma subida homóloga de 35,2% (6.300)

 

O mercado dos Estados Unidos que entre Janeiro e Abril registou um acréscimo de 19,8% para 96,8 mil chegadas, regista uma subida de 14,1% no número de reservas aéreas para o período de Maio a Outubro (134,2 mil turistas).

 

No que toca aos mercados europeus, o realce vai para Espanha que nos primeiros 4 meses do ano registou um crescimento homólogo de 10,1% (168 mil chegadas). No entanto, as perspectivas são para uma quebra nos próximos meses, já que as reservas efectuadas para o período de Maio a Outubro estão com uma quebra de 19,1%.

 

Ainda no que toca a mercados europeus, França, Holanda, Suíça, Itália e Bélgica, são alguns dos que protagonizaram quebras nos primeiros quatro meses do ano, e em que se assiste também a uma diminuição no número de reservas efectuadas para os próximos meses.

 

O mesmo se passa com o mercado alemão que acusou uma baixa de -6,8% até Abril (404 mil chegadas) e que em termos de reservas até Outubro reflecte uma quebra de 1,5% em termos homólogos (122,9 mil reservas).

 

Referência ainda para o mercado britânico que, de acordo com os dados inscritos no relatório difundido pelo travelBI, registou uma quebra de 4,4% nas chegadas até Abril (489 mil chegadas) mas que, no que toca a reservas até Outubro protagoniza a maior descida (-27,6% ou 40,5 mil reservas).

 

De salientar ainda que, no que toca à oferta, até Outubro deverá registar-se um crescimento de 8,0%.

Partilhar