NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Abrandamento do crescimento dos preços da energia e dos serviços levaram a um crescimento inferior dos preços na zona euro em maio. Em abril a inflação havia acelerado 1,7%.

A taxa de inflação anual da Zona Euro recuou para os 1,2% em maio, depois de se ter situado nos 1,7% em abril, segundo uma estimativa rápida divulgada esta terça-feira pelo Eurostat.

 

Segundo estima o gabinete estatístico europeu, a subida dos preços da energia, o setor que mais pesa no cálculo da inflação, abrandou para os 3,8% em maio (5,3% em abril).

 

O setor da alimentação, álcool e tabaco registou, em maio, uma inflação de 1,6% (1,5% em abril), o dos serviços de 1,1% (face aos 1,9% em abril) e no dos bens industriais não energéticos os preços subiram 0,3% em maio (0,2% em abril).

 

Um novo boletim sobre a taxa de inflação em maio está agendado para 18 de junho.

Partilhar