NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A companhia aérea portuguesa considerou que a recuperação deveu-se ao facto de, em 2018, a semana da Páscoa, “um dos períodos de pico de tráfego anual”, ter sido registada ainda no primeiro trimestre. Mas este ano, esse período caiu para o mês de abril.

A Transportadora Aérea Portuguesa – TAP transportou 4,9 milhões de passageiros “de janeiro até ao dia de hoje”, o que corresponde a um crescimento de 100 mil passageiros face a igual período, fez saber a companhia esta terça-feira, 29 de maio.

 

Em comunicado, a TAP salientou que “o forte crescimento no número de passageiros transportados registado nos meses de abril e maio, recuperar a quebra de tráfego registada no primeiro trimestre do ano”.

 

A companhia aérea portuguesa considerou que a recuperação deveu-se ao facto de, em 2018, a semana da Páscoa, “um dos períodos de pico de tráfego anual”, ter sido registada ainda no primeiro trimestre. Mas este ano, esse período caiu para o mês de abril.

 

“Mantém-se desta forma o rumo de crescimento”, reclama a TAP.

 

A companhia vai abir em junho novas rotas para Chicago, São Francisco, Washington, Nápoles e Tenerife. No mês seguinte, em julho, a TAP terá novas rotas de Lisboa para Conacri e do Porto para Bruxelas. Ainda no plano de crescimento da empresa, em outubro, haverá novas rotas do Porto para Lyon e para Munique e de Lisboa para Banjul.

Partilhar