NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As exportações de têxteis e vestuário registaram um crescimento de apenas 0,2%, no período de janeiro a abril deste ano. Os EUA foram o destino com maior crescimento absoluto.

As exportações de têxteis e vestuário registaram um crescimento residual de 0,2%, de janeiro a abril, com um valor acumulado de 1.801 milhões de euros. Espanha continua a ser o principal destino dos têxteis e vestuário portugueses, com um peso de 30,4% na exportações, mas a apresentar uma quebra de 1,8% em comparação com igual período do ano passado.

 

O ranking dos principais destinos dos têxteis e vestuário nacionais fica completo com a França, a Alemanha e o Reino Unido, mercados que também não conseguiram escapar às quedas nos primeiros quatro meses do ano, registando descidas de 1,8%, 1,9%, 6,3% e 3,2%, respetivamente. Destinos não comunitários apresentaram melhor desempenho

 

A descida das exportações nos mercados europeus acabou por ser compensada pelos destinos não comunitários que apresentaram um melhor desempenho. As exportações para os EUA, por exemplo, aumentaram 16,4%, sendo assim o destino com maior crescimento absoluto, representado cerca de 15,4 milhões de euros.

 

Portugal exportou para o Canadá mais 28,8% da produção de têxteis e vestuário, o que corresponde a 4,3 milhões de euros. Segundo o Presidente da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), Paulo Vaz, “para Itália exportámos mais 6,1% e para o Canadá mais 28,8%”.

 

Segundo um comunicado emitido esta terça-feira pela ATP, as exportações para os destinos não comunitários aumentaram 10,2%. A Balança Comercial dos Têxteis e Vestuário registou um saldo de 357 milhões de euros e uma taxa de cobertura de 125%.

 

As matérias-primas foram o tipo de produtos que assinalou um melhor desempenho, com um crescimento de 2,7%. Já as exportações de vestuário caíram 0,4%, e as de têxteis e lar 2,4%. Pastas, feltros e artigos de cordoaria foram os produtos em destaque que aumentaram o valor exportado em 13,3 mil euros, ou seja mais 14,4%.

Principais destinos da exportações de têxteis e vestuário:
  1. Espanha: 30,4%
  2. França: 13,5%
  3. Alemanha: 8,5%
  4. Reino Unido: 7,2%
  5. Itália: 6,3%
  6. EUA: 6,1%
  7. Países Baixos: 4,3%
  8. Suécia: 1,9%
  9. Bélgica: 1,9%
  10. Dinamarca: 1,6%

Partilhar