NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A campanha "Open Your Mind" promovida pela Comissão Europeia, através da EASME (Executive Agency for Small and Medium-sized Enterprises) e da DG GROW (Directorate General for Internal Market, Industry, Entreperneurship and SMEs), iniciou uma nova fase, com a realização de um conjunto de webinars, destinado a alunos do 9º ao 12º ano, em idade de decisão das suas carreiras.

A conversão para o modelo online permitiu a presença de várias empresas, centros de formação e profissionais do setor, que o formato físico dificilmente permitiria reunir. Foi também possível chegar a mais participantes, sem a limitação de espaço, tendo-se registado a participação de 200 alunos online.

 

O projeto "Open Your Mind" visa atrair jovens com menos de 30 anos para setores estratégicos para a economia, como o Têxtil, Vestuário, Curtumes e Calçado. Face ao atual contexto, a campanha mudou-se para o ambiente digital, através de ações que juntaram centenas de alunos.

 

O primeiro webinar teve como oradores Gonçalo Santos da APIC, Associação Portuguesa dos Industriais de Curtumes; José Manuel Castro da MODATEX, Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Lanifícios; e Paula Gil do CFPIC, Academia Design e Calçado. O segundo webinar teve como intervenientes Ana Sousa, da Vandoma, empresa exportadora de gravatas; Hélder Maias, do Grupo Procalçado, detentora das marcas For Ever/Wock e Lemon Jelly, e Hugo Costa, designer de moda. Ambos os eventos foram conduzidos por Paulo Gonçalves, Diretor de Comunicação da APICCAPS e, a par do Professor Martinho Oliveira, um dos embaixadores da campanha em Portugal.

 

A campanha "Open Your Mind" está inserida no "Projeto de cooperação setorial em skills: carreiras nos setores têxtil / vestuário / couro / calçado" (Blueprint for setoral cooperation on skills: showcasing careers in the textile/clothing/leather/footwear setors), e tem como principal objetivo desconstruir preconceitos associados a profissões com grande tradição na Europa e, em simultâneo, incentivar os jovens a percecionar de forma promissora as oportunidades de trabalho em setores com grande peso na economia portuguesa. A captação de talento jovem torna-se essencial numa altura em que a inovação, as tecnologias digitais e a sustentabilidade são cada vez mais imprescindíveis nestas indústrias.

 

Estão ainda planeadas ações junto dos Institutos Politécnicos de Lisboa e Leiria, bem como divulgações junto de escolas secundárias. Para além de Portugal, a campanha está a ser implementada em mais cinco países europeus – Espanha, Itália, Roménia, Polónia e Alemanha.

 

Mais informações aqui.

Partilhar