NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O festival Iminente, de arte urbana e música, que tem o artista português Alexandre Farto (Vhils) como um dos curadores, realiza-se hoje e no sábado, pela primeira vez, no Rio de Janeiro, Brasil.

A primeira edição do festival no Rio de Janeiro acontece na Cidade das Artes, e o alinhamento de artistas inclui os portugueses Miguel Januário, com o projeto ±maismenos±, e Diogo Machado (Add Fuel), assim como o brasileiro Finok, que esteve em Lisboa em 2015 a convite da galeria Underdogs.

 

Na área da música, irão atuar no festival o luso-brasileiro Shaka Lion, os portugueses Allen Halloween, Marfox e Nigga Fox e os brasileiros Hiran e Majur.

 

A programação inclui um ‘workshop’ de ‘stencil’ por Add Fuel, a exibição de um filme sobre o artista australiano Anthony Lister e um debate pela Mídia Ninja, com Miguel Januário, sobre o impacto da arte na cidade.

 

O festival Iminente realizou-se pela primeira vez em Oeiras, em 2016. No ano seguinte, o Jardim Municipal daquela cidade voltou a acolher a iniciativa. Em 2018, o Iminente realizou-se em Lisboa, no Panorâmico de Monsanto, onde irá manter-se até 2020. A edição deste ano decorre de 20 a 22 de setembro.

 

Em 2017 e 2018, o festival teve também lugar em Londres e, em março deste ano, Xangai acolheu um ‘showcase’ do Iminente.A primeira edição do Iminente no Rio de Janeiro está integrada no Portugal 360º, uma iniciativa do Turismo de Portugal, que começou na quinta-feira e termina no domingo.

Partilhar