NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Depois da vitória no Decanter World Wine Awards, com a medalha de bronze atribuída ao Conventual Tinto 2017, a Adega de Portalegre volta a levar para casa outras distinções internacionais, que confirmam a excelência e qualidade dos vinhos produzidos naquela região e o trabalho dos enólogos José Reis e Nuno Do Ó.

Costuma dizer-se que no arriscar é que está o ganho. E foi isso que a Adega de Portalegre decidiu fazer este ano, elegendo para a participação em vários concursos de renome os vinhos mais acessíveis em termos de preço. Os resultados confirmam a velha máxima popular.

 

No International Wine Challenge, reconhecido como o melhor e mais exigente concurso de vinhos do mundo, que avalia vinhos cuja prova é feita em três ocasiões distintas, por pelo menos 12 júris diferentes, o Conventual Tinto 2017 voltou a destacar-se, desta feita com uma Medalha de Bronze, tendo conquistado 85 pontos.

 

Ao Concours Mondial de Bruxelles, que oferece aos consumidores a garantia de “distinguir vinhos de qualidade, verdadeiros prazeres de consumo e de degustação”, concorreram muitos vinhos de todas as regiões do mundo. E, uma vez mais, o Conventual Tinto 2017 não desiludiu, com a conquista de 82,2 pontos.

 

Mas não esteve sozinho. O Conventual Branco 2017, com o seu nariz fragrante com notas de citrinos, pêssego e ligeiras nuances tropicais amparadas por sugestões minerais, foi ainda mais longe, com a conquista de 82,3 pontos.

 

Com um preço de venda ao público a rondar os 3,49€, a especificidade dos vinhos de Portalegre, aliada a uma qualidade reconhecida internacionalmente, é um excelente argumento para comprar e experimentar.

Partilhar