NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

No ano passado, 152 startups receberam financiamento de capitais de risco.

No ano passado, foram feitos 152 investimentos por empresas de capitais de risco em startups portuguesas. No total foram injetados 485 milhões de euros, sendo que a média de financiamento rondou os 3,2 milhões. Os investimentos em fase inicial (seed) representaram 83% dos negócios.

 

Os números foram apresentados esta quinta-feira, no Lisbon Investment Summit, por Pedro Falcão. O Managing Partner da LC Ventures apresentou um relatório sobre o mercado de investimento em Portugal, explicando que os números de 2018 foram muito inflacionados pelos investimentos nos dois mais recentes unicórnios portugueses: a Outsystems, que angariou no ano passado 360 milhões de euros, e a Talkdesk, que conseguiu 100 milhões.

 

“Acredito que nos próximos anos Portugal tenha mais unicórnios. Talvez a Feedzai seja o próximo,” disse o responsável. Retirando as duas empresas – Outsystems e Talkdesk, – o valor do investimento total em 2018 baixa para 90 milhões de euros e a média por financiamento fica em 600 mil euros.

 

Até agora, em 2019, o financiamento já vai em 54 milhões, liderado pela ronda da 360 imprimir. A startup de serviços de impressão arrecadou recentemente 18 milhões de euros, que foram cofinanciados pelo programa 200M do Governo. Este ano, já se contabilizam 74 investimentos, sendo que cada startup recebe em média 700 mil euros. As empresas em fase inicial continuam a obter a grande maioria dos financiamentos.

Partilhar