NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A norte-americana American Eletric Power, a Turning Tablesm, do grupo espanhol Cuerva, e a austríaca Verbund juntaram-se ao Starter Acceleration Program.

O primeiro módulo do novo programa global de aceleração criado pela EDP começou esta segunda-feira com 10 startups de energia de Espanha, Itália, França, Estónia, Grécia, Polónia, Reino Unido e Alemanha.

 

O Starter Acceleration Program recebeu cerca de 500 candidaturas para esta primeira edição e mereceu o interesse de três elétricas internacionais: a norte-americana American Eletric Power, a Turning Tablesm, do grupo espanhol Cuerva, e a austríaca Verbund, que se juntaram ao programa que procura tecnologias mais inovadoras e que possam ser adaptáveis aos negócios das utilities a nível global.

 

“A diversidade das nacionalidades que se candidataram e que foram escolhidas demonstra que este programa está a conseguir ser verdadeiramente global, o nosso objetivo quando o criámos. Estamos ansiosos por receber os 10 finalistas europeus, conhecer os seus projetos e perceber de que forma podemos trabalhar juntos. A inovação aberta é, cada vez mais, o futuro deste setor”, afirma Carla Pimenta, diretora de inovação do grupo EDP.

 

Além da tripa de utilities supramencionado, o Starter Acceleration Program tem ainda a L Marks e a Ace, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo, como parceiras.

Partilhar