NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Porto Business School volta a destacar-se entre as melhores da Europa, pelo 7º ano consecutivo, no “European Business Schools Ranking” , ocupando o 62 º lugar da tabela.

No ranking agora publicado e que avalia as escolas de negócios em cinco categorias – Mestrados em Gestão, MBA full-time, MBA Executivo, Formação para Executivos Aberta e Formação para Executivos Customizada (programas criados à medida das necessidades das empresas), o MBA Executivo da Porto Business School ocupa a 59ª posição, sendo que, no que diz respeito à categoria “Executive Education”, os programas “Open Executive Education” e “Custom Executive Education” da Porto Business School, ocupam os 34º e 36º lugares, respetivamente, neste ranking.

 

Para a Porto Business School, “esta é mais uma evidência da qualidade e impacto do trabalho desenvolvido pela Escola, ao longo dos últimos  30 anos, desenvolvendo as competências necessárias para que indivíduos e organizações façam a mudança acontecer”, afirmou Ramon O’Callaghan, Dean da Porto Business School, que foi recentemente condecorada com a Ordem de Mérito pelo Presidente da República, como reconhecimento pelo seu papel pioneiro, pela sua contribuição para a sociedade portuguesa e impacto na gestão do tecido empresarial do país, nos últimos 30 anos.

 

Ramon O’Callaghan, Dean da Porto Business School, reforça a importância da presença da Escola neste ranking, como confirmação, de forma continuada e consistente, da qualidade dos programas que a Porto Business School oferece, sublinhando também “a elevada qualidade da formação para executivos em Portugal – as principais escolas de negócios em Portugal estão no top 100 do mundo – o que, em termos proporcionais, considerando o rácio entre o número de escolas de negócios no top mundial por país e a sua população, faz de Portugal um dos países com maior representatividade neste ranking”.


O Financial Times (FT) European Business School Ranking baseia-se nos dados reunidos nos 4 rankings mundiais publicados pelo FT ao longo do ano, resultantes da ponderação de diferentes percentagens: MBA Full-time (25%), MBA Executivo (25%), Mestrado em Gestão (25%), Formação para Executivos: Open e Custom (25%). De acordo com o FT, apenas 200 pontos separam as escolas que ocupam as posições cimeiras, das que ocupam o fundo da tabela. Para o ranking de FT, a análise estatística classifica as escolas em três grandes clusters (grupos) – o top das 12 melhores, as escolas que ocupam o meio da tabela (68 escolas, nas quais se incluem as quatro escolas portuguesas) e últimas 15 escolas da tabela – sendo que, de acordo com a publicação, dentro de cada um destes grupos, as diferenças de classificações entre as escolas não são estatisticamente relevantes.

Partilhar