NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Organização Mundial do Turismo divulgou o seu mais recente barómetro do turismo mundial, relativo ao primeiro trimestre, indicando um crescimento médio das chegadas de turistas em 4%, inferior ao registado nos últimos dois anos, mais ainda assim, afirma, deixando “um sinal muito positivo”.

“O turismo internacional continua a evoluir fortemente a nível mundial, impulsionado por uma economia positiva, aumento de capacidade aérea e facilitação dos vistos”, diz uma declaração de Zurab Pololikashvili, secretário-geral da agência das Nações Unidas para o Turismo (UNTWO, sigla do inglês).

 

De acordo com o barómetro, apenas o Médio Oriente teve no primeiro trimestre deste ano um crescimento as chegadas de turistas (+8%) superior ao ocorrido no período homólogo de 2018 (+3,8%).

 

A nível mundial houve um abrandamento de 5,6% para 4%, com decréscimo de 6,1% para 4% na Europa, de 6,5% para 6% na Ásia e Pacífico, de 3,1% para 3% nas Américas e de 7% para 4% em África.

 

Porém, os números também dizem que o turismo mundial cresceu 4% no primeiro trimestre em cima de um aumento em 5,6% no período homólogo de 2018, com a Europa a registar +4% em cima de 6,1% há um ano, a Ásia e Pacífico a registar +6% em cima de 65%, as Américas a terem +3% em cima de 3,1%, África a ter +4% em cima de +7% e o Médio Oriente a ter +8% em cima de +3,8%.

 

O barómetro especifica que o crescimento das chegadas de turistas à Europa foi de 3,8% no primeiro trimestre, com +4,8% na região Sul e Mediterrâneo, onde inclui Portugal, +4,5% na Europa Central e do Leste, +2,9% na Europa Ocidental e +1,8% na Europa do Norte.

Partilhar