NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O mercado português foi o que teve o maior aumento no primeiro quadrimestre em passageiros de cruzeiros no Porto de Lisboa, quase quintuplicando (+392,8%) em relação ao período homólogo de 2018, de acordo com os dados publicados pela Administração do Porto de Lisboa (APL).

Os portugueses, num total de 7.451, não passaram, no entanto, de 4ª nacionalidade mais numerosa nos primeiros quatro meses destes ano, depois dos britânicos, com 41.555, dos alemães, com 39.904, e dos norte-americanos, com 12.870.

 

Porém, enquanto relativamente ao primeiro quadrimestre de 2018 o número de portugueses foi 5.939 maior (+392,8%), o aumento de alemães foi de 4.569 (+12,9%) e norte-americanos e britânicos até foram menos 1.126 (-8%, para 12.870) e menos 3.869 (-8,5%, para 41.555), respectivamente.

 

Os dados da APL recolhidos pelo PressTUR permitem ver que o Porto de Lisboa teve este ano um números recorde de passageiros de cruzeiros portugueses, com 7.451, alemães, com 39.904, que são assim a segunda nacionalidade mais numerosa, espanhóis, com 2.160, australianos, com 2.459, e canadenses, com 2.736.

 

O Porto de Lisboa teve neste primeiro quadrimestre do ano um total de 133.560 passageiros de cruzeiros, 94,4% deles ou 126.109 estrangeiros, com aumentos relativamente ao primeiro quadrimestre de 2018 em 12,8% ou 15.131 e em 7,9% ou 9.192, respectivamente.

 

O melhor primeiro quadrimestre continua a ser, no entanto, o de 2012, em que o Porto de Lisboa teve 138.699 passageiros, 98,6% deles ou 136.808 estrangeiros.

 

Este ano, os dados recolhidos pelo PressTUR indicam que depois de britânicos, alemães, norte-americanos e portugueses, as nacionalidades mais numerosas em cruzeiros no Porto de Lisboa são italianos, com 5.091, franceses, com 3.820, brasileiros, com 2.749, canadenses, com 2.736, australianos, com 2.459, e espanhóis, com 2.160, a que se soma um conjunto de 12.765 passageiros de outras nacionalidades não especificadas.

Partilhar