ABCMercadoTurquiaAzerbaijao2

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Contact Us


Homepage » Eventos » ABC Mercado

  

 

Porquê a Turquia?

•   A Turquia é a 19ª maior economia mundial, com o maior crescimento entre os países da OCDE,
    tendo crescido em média 6%, ao ano, entre 2010-2013;

•   Mercado emergente de grande potencial, com um importante e crescente significado geopolítico,
    sendo o principal elo de ligação entre o ocidente e o oriente europeus;

•   Estão previstos investimentos significativos, nos setores dos Transportes (em especial o
    marítimo), Energias Renováveis, Construção, TIC’s e Turismo;

•   É constante a manutenção do crescimento das importações, devido à sua população jovem, ávida
    de produtos inovadores e design em setores tecnologicamente avançados e com forte apetência
    por marcas estrangeiras;

•   Oferece um ambiente favorável ao investimento e estabelecimento de parcerias, até para explorar
    oportunidades em mercados terceiros onde tem forte presença (ex. Azerbaijão, Turquemenistão,
    Iraque, Irão, Geórgia, etc.);

•   Apresenta oportunidades de negócio de grande potencial para as empresas portuguesas, em
    particular, nos setores da Construção, do Turismo de Saúde, do Têxtil, dos Automóveis, das TIC’s,
    das Máquinas, do Material Elétrico, dos Plásticos, das Energias Renováveis, dos Farmacêuticos,
    dos Químicos e do Papel.

Estes são apenas alguns dos muitos argumentos que lhe podemos apresentar, acerca da Turquia, como sendo de facto um bom mercado para si.

Porquê o Azerbaijão?

 

Aproveitando a presença em Portugal da Diretora da AICEP em Ancara, falaremos de um mercado próximo da Turquia, também acompanhado pela AICEP, e com oportunidades em vários setores:

 

•   Desde 2009 que o Azerbaijão aumenta as suas importações;

•   A sua economia cresceu mais de 1000%, em resultado da abertura do país a outros mercados.
    Venha conhecer mais acerca do Azerbaijão!

 

 

   Organização:                                                       Apoio: 
 
                                                  Porto de Leixões                            

 

 

 
Partilhar