AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Contact Us


Homepage » Eventos » Visitas

 

 Visita do Importador Russo de Rochas Ornamentais Bistone

 

Data: 4 a 10 de novembro

Local: Todo o país

Condições de participação: consultar
Inscrições encerradas

A AICEP organiza a vinda a Portugal do importador russo da área das rochas ornamentais, Bistone, de 4 a 10 de novembro.


O importador pretende visitar, por ordem de interesse, empresas de limestone (pedra calcária) e de mármores, e ainda empresas de granito.


Este importador visita Portugal com o objetivo de fazer negócio com uma ou várias empresas, pelo que as empresas que se candidatem devem ter capacidade técnica e de fornecimento de pedra para projetos de várias dimensões. 

Sobre a empresa Bistone

 

A “BISTONE” fundada em 1994, é importadora de pedra natural – mármores, granitos, pedras calcárias, basaltos - sobretudo de Itália, Espanha, Índia, Brasil e Turquia.

 

Com sede em Moscovo, a empresa dispõe de um showroom, e de uma unidade própria de armazenagem e de transformação de pedra natural, que se especializa na produção, a partir das chapas importadas, de uma ampla gama de produtos finais como fachadas, paredes interiores e exteriores, bancadas de cozinha e de casa-de-banho, pisos, degraus de escadas, colunas, lareiras, etc.

 

Consciente da importância da pedra natural na arquitectura moderna, a empresa colabora estrategicamente e estreitamente em projetos de prestigiados arquitetos e designers de Moscovo, como fornecedora de rochas ornamentais para edificações de empresas e entidades públicas e privadas, mansões e apartamentos, assegurando a respectiva instalação, restauração e manutenção.

 

De assinalar que a empresa participou em vários importantes projectos realizados em Moscovo: a “BiStone” foi escolhida para fornecer pedra ornamental para os Centros Comerciais “Europeysky”, “Cherkyzovsky”, “Atrium” e os Centros de Negócios “Aurora” e “I Cube”, entre outros edifícios de escritórios, hotéis, etc.

 

Conhecedor da reputação da pedra natural portuguesa, o importador deseja alargar a sua carteira de fornecedores e visitar, por ordem de interesse: fabricantes de pedra calcária (limestone), mármore e granito, detentores de capacidades técnicas e de fornecimento de pedra para projetos de várias dimensões.

 

 

O mercado das rochas ornamentais na Rússia

 

O sector da construção e o seu subsector dos materiais de construção, é dos mais importantes e aliciantes do mercado russo, devido à sua apreciável dimensão (país com cerca de 150 milhões de habitantes) e ao seu potencial de crescimento.
Tal crescimento, mais significativo nas Regiões com forte potencial económico (com especial destaque para Moscovo e S. Petersburgo) é sustentado pela progressiva recuperação da procura no mercado imobiliário, quer no segmento das edificações de empresas / escritórios, entidades públicas, centros comerciais, hotéis, quer da habitação (de acordo com as previsões do Ministério do Desenvolvimento Regional russo, a construção de novas habitações no país crescerá ao ritmo anual de 8 a 12% até 2020).


Especificamente no sector das rochas ornamentais, cuja importação tem vindo a aumentar progressivamente nos últimos 2 anos, os principais países fornecedores da Rússia de obras de mármore, granito e pedras calcárias (p.p. 6802) foram a China com uma quota de mercado de 33%, a Índia e a Itália, ambas com 11% de quota de mercado.


Em 2017, Portugal deteve o 11º lugar como fornecedor da Rússia em rochas ornamentais, tendo exportado cerca de 2,4 milhões USD, com uma quota de mercado de 2%. De notar que, em 2014 Portugal deteve o 26º lugar como fornecedor da Rússia destes produtos, tendo anualmente aumentado a sua importância no mercado e subido no ranking dos países fornecedores (em 2015 e 2016 Portugal deteve o 15º e 12º lugares, com 0,4% e 0,9% de quota de mercado, respetivamente)

 

A deslocação a Portugal de importadores russos de rochas ornamentais é considerada a melhor forma destes poderem conhecer in loco as fábricas portuguesas, a qualidade e as especificidades dos produtos nacionais.

Partilhar