AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Contact Us


Homepage » Eventos » Visitas

 

 

Data: 18 a 24 de novembro

Local: Norte, Centro e Sul

Condições de participação: consultar
Inscrição gratuita: 
online, até 12 de outubro

A AICEP promove a visita a Portugal da empresa russa do setor moda infantil e juvenil, KIDS MODA, de 18 a 24 de novembro de 2018.

 

A empresa pretende alargar a sua carteira de fornecedores, estando interessada na introdução e comercialização no mercado russo de novas marcas de calçado e vestuário com uma boa relação qualidade/preço.

 

Conhecedor da qualidade do calçado e do vestuário portugueses, deseja visitar fabricantes de calçado infantil e juvenil, tamanhos 20 a 40, confortável e adaptado ao clima russo - preços calçado de verão 20 a 25 €; calçado de inverno 25 a 50 €.

 

Pretende, também, visitar fabricantes de vestuário infantil e juvenil, de 3 a 16 anos de idade - preços 10 a 30 €, dependendo do tipo de vestuário.

Na escolha do calçado e do vestuário importados, a empresa utiliza os seguintes critérios de escolha: qualidade e preços médios; gama alargada de modelos; utilização de materiais modernos e confortáveis na respetiva produção e originalidade.

 

As empresas interessadas nesta ação devem ler atentamente as condições de participação e fazer a sua inscrição online até ao dia 10 de outubro.

 
 

 

Sobre a empresa KIDS MODA

A empresa “KIDS MODA” fundada em 1994, opera no mercado russo do calçado e do vestuário infantil e juvenil, tendo iniciado a sua atividade importadora de fabricantes de Itália, Alemanha, Holanda, Dinamarca e Áustria.

 

Atualmente é importadora exclusiva e distribuidora das seguintes marcas espanholas:

            “GARVALIN” e “AGATHA RUIZ DE LA PRADA” - calçado

            “BOBOLI” – vestuário

A sede da empresa, em Moscovo, dispõe de um showroom onde apresenta as tendências da moda das coleções importadas, para as faixas etárias dos 3 até aos 16 anos. A empresa importa produtos de qualidade e preços médios, procurando desta forma abranger um maior universo de clientes.

Na escolha do calçado e do vestuário importados, a empresa utiliza os seguintes critérios de escolha: qualidade e preços médios; gama alargada de modelos; utilização de materiais modernos e confortáveis na respetiva produção e originalidade.

Para além de Moscovo e S. Petersburgo, dispõe de parceiros/distribuidores em várias Regiões da Rússia (sobretudo nas cidades mais populosas e com maior poder de compra como Novosibirsk, Ekaterinburgo, Nijny Novgorod, Kazan, Samara, entre outras) e países da União Económica Eurasiática.

O importador pretende alargar a sua carteira de fornecedores, estando interessado na introdução e comercialização no mercado russo de novas marcas de calçado e vestuário com uma boa relação qualidade / preço.

 

 

O mercado russo de moda infantil

 

O mercado russo da moda, considerado muito atrativo, mas igualmente fortemente concorrencial, dispõe de muita procura, e de uma extraordinária oferta, onde estão presentes todas as marcas de renome internacional: o segmento topo de gama de vestuário e calçado é representado principalmente pelas grandes marcas europeias, o segmento médio sobretudo por marcas europeias menos conhecidas e o segmento baixo pelos produtos asiáticos.

 

A Rússia, apesar da crise de 2015 e 2016, mantém uma posição de grande mercado importador: no calçado, a sua dimensão em 2017, situou-se entre os 3 e os 3,5 mil milhões USD e no vestuário (malha e não malha) superior a 6,5 mil milhões USD.

 

Com Regiões com elevado poder de compra e 15 cidades ultrapassando 1 milhão de habitantes (tais como S.Peterburgo, Novosibirsk, Nijni Novgorod, Ekaterinburgo, Kazan, entre outras), Moscovo - com mais de 15 milhões de consumidores – continua a ser o maior mercado regional da fileira moda, representando mais de um terço das vendas a retalho de calçado e vestuário, quer para adultos, quer infantil e juvenil.

 

Os russos, muito atentos à moda, incidem a sua procura sobre a qualidade, o design e o preço: segundo analistas, para a maioria dos cidadãos russos, um importante fator na escolha de vestuário e calçado é a relação qualidade/ preço, sendo a notoriedade da marca significativa unicamente para cerca de 6% dos russos.

 

Sobre a importação de calçado, os três principais fornecedores da Rússia, em 2017, foram a China com 52% de quota de mercado, a Itália com 12%, e o Vietname com 10%. Relativamente ao posicionamento de Portugal, e segundo dados oficiais russos disponíveis, em 2017, Portugal deteve o 7º lugar como fornecedor de calçado, com uma quota de mercado de 2%.

 

No vestuário de malha, os principais fornecedores foram a China, com 35% de quota de mercado, o Bangladeche com 13%, e o Uzbequistão e a Itália ambos com 6% de quota de mercado. Portugal ocupou o 13º lugar, com 1,4% de quota de mercado.
Relativamente ao vestuário não malha, os principais fornecedores foram a China com 43% de quota de mercado, o Bangladeche com 11% e a Itália com 8%. Portugal ocupou o 15º lugar, com 1% de quota de mercado.

 

Entre as empresas russas da fileira moda, especializadas na importação da Europa, existe interesse pela diversificação dos seus fornecedores e pela introdução, no mercado, de calçado e vestuário fabricados noutros países europeus, com uma boa relação qualidade/preço.

 

A deslocação a Portugal de importadores russos é a melhor forma de poderem conhecer in loco as marcas portuguesas, a diversidade e qualidade do nosso calçado e vestuário, através das visitas à produção das empresas nacionais.

 

Partilhar