AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Contact Us


Homepage » Eventos » Visitas

 

Tema: Visita de quatro arquitetos e um importador russo de materiais de construção a Portugal

Mercado: Rússia

Setor: Material de construção

Data: 27 a 31 de maio de 2019

Local: Norte e Centro

Normas e condições: consultar

Inscrição gratuita: online até 5 de maio de 2019

AICEP Portugal Global  promoveu de 27 de maio a 31 de maio 2019, a deslocação a Portugal de quatro arquitetos russos (Gabinetes de Arquitetura):  Al-architects; Sundukovy Sisters; Sergey Kiselev & Partners; VOXarchitects e um importador russo de rochas ornamentais (Bistone).

Nos últimos anos, na Rússia, o ritmo de crescimento da construção e da respetiva procura, é indissociável do desenvolvimento do mercado de serviços de arquitetura e design, cuja procura tem vindo a crescer.

O crescimento do nível de vida e dos rendimentos da população, e o progressivo abandono da construção-tipo predominante na época soviética, permitiram apostar na individualização dos projetos.

 

Neste mercado, os Gabinetes de Arquitetura e Design, incluem um variado leque de atividades, indo desde os projetos, passando pelo aconselhamento dos materiais de construção a aplicar, até às peças de decoração de interiores. Estes gabinetes têm um papel importante e específico de intermediários entre o importador / fornecedor destes materiais e o cliente final.

Por sua vez, os fabricantes e os importadores de materiais de construção estão interessados em desenvolver relações de parceria com arquitetos e designers, os quais intervêm como promotores dos seus produtos.

 

A deslocação a Portugal de arquitetos, é considerada uma excelente forma destes visitarem importantes projectos realizados em Lisboa e no Porto de requalificação de zonas urbanas, modernização de espaços públicos, zonas novas e partes históricas, e de travarem conhecimento com os gabinetes de arquitetura que os projetaram, e com alguns fabricantes de materiais de construção, cujos produtos já são comercializados na Rússia.

Partilhar